Tradutor

Pegar Adobe Flash Player

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Acho que comeram minha esposa

Então pessoal, meu nome é Fernando e minha esposa se chama Patrícia. Temos 38/ 37 anos respectivamente, 2 filhos e uma vida ótima. Sou funcionário publico e Patrícia é professora. Nunca escrevi conto nenhum nem relatei o acontecido pra ninguém. É um segredo meu que vou contar e espero poder colocá-los no clima de tudo que passei. Tudo isso aconteceu no decorrer de 2007. Somos casados há 18 anos e desde que fiz 30 anos, passei em meu intimo a alimentar o desejo secreto de ver minha mulher transando com outro. Na verdade é mais um fetiche do que um desejo porque Na verdade não queria e nem quero que isso aconteça. O fato é que ultimamente eu andava provocando minha mulher. Na hora da transa eu pedia pra ele imaginar que estava dando pra outro cara, pra um negão e etc. Tinha dias que ela aceitava bem a brincadeira e tinha dias que não, as vezes ficando irritada. Aprendi com o tempo que a época que ela estava mais receptiva a essas brincadeiras eram os dias seguintes ao fim de sua
menstruação. Eu gostava muito de brincar e provocar. Quando ela colocava a malha pra ir a academia eu brincava com ela que os meninos lá não iam mais se exercitar e fariam fila no banheiro para tocar punheta na bunda dela. Ela ficava toda denga e quando voltava a gente transava pra valer. Nesses dias, apesar de ela nunca me falar, eu sabia que ela gostava quando eu falava que alguém se masturbaria pensando nela. As vezes ela dava corda pra brincadeira, e admitia que adoraria um pau estranho dentro dela mas após gozarmos, tanto ela quanto eu, admitíamos tratar-se somente de uma brincadeira. Em agosto, minha esposa tinha um congresso pra participar e dessa vez aceitou viajar pois sempre conseguia justificar a ausência devido a nossos filhos pequenos. Era uma viagem longa de uns 500 Kilometros mais ou menos para cidade “X”(obviamente não posso contar o nome verdadeiro da cidade). Seriam 8 dias longe de casa. Na noite que antecedia sua viagem, enquanto ela arrumava suas malas em nosso quarto, fiz uma brincadeira com ela dizendo pra não esquecer as camisinhas, pois vai que algum estranho iria querer comê-la. Ela deu um sorrisinho maroto e pulou sobre mim me abraçando e me beijando, sussurrando em meu ouvido, dizendo que eu era o homem da vida dela, mas já que eu tinha tanto essa tara, se alguém quisesse comê-la, ela iria dar!!! É obvio que ela falou isso brincando, só pra me excitar e conseguiu pois transamos feito loucos. Ela estava naqueles dias, no cio como eu costumava nomear esse comportamento. Ainda brincando, ela disse que se desse pra outro, me contaria, detalhe por detalhe. Mas tudo isso foi dito, nessas horas, nas horas de excitação, na hora do tesão. Minha esposa é séria e serena, mãe de família impecável e jamais encostaria em outro homem a toa, simplesmente por tesão. Nunca colocaria nosso casamento ou relacionamento em risco por uma aventura qualquer. Nossa cidade é pequena e todo mundo conhece todo mundo e apesar de minha mulher ser muito gostosa e ter um corpo perfeito para os seus hoje 37 anos, nunca ouvi nada duvidoso sobre ela. Patrícia saiu de madrugadinha e se despediu dos nossos filhos que ainda dormiam e de mim com um longo beijo apaixonado. Nos falamos todas as manhãs nos primeiros 4 dias. Assim que eu chegava no trabalho ligava pro celular dela. Eles acordavam cedo pra participar de palestras e de oficinas de arte e outras coisas. Mal tinham tempo pra conversar. No quinto dia, uma sexta feira, liguei logo de manhã, mas ela não atendeu o celular. Achei que já tivesse ido pra alguma palestra e só tentei novamente horas depois, mas mesmo assim não atendeu. Fiquei um pouco preocupado, mas se tivesse acontecido alguma coisa ruim eu saberia, pois noticia ruim viaja na velocidade da luz. Perto do meio dia ela me deu um toque a cobrar, mas só liguei quando cheguei em casa. A conversa que tivemos foi praticamente assim; Falei: _ Oi amor, tudo bem!!! Patrícia; _ Ai ai.! tudo bem! _ Eu liguei de manhã pra você, mas seu celular não atendia e achei que você tivesse nas oficinas?? _ Não, não fui hoje. Fiquei dormindo. Ontem teve jantar e todos beberam um monte, inclusive eu! Acordei agora. Como estão as crianças? _ Estão bem, estão na casa da avó!!! _ Você está cuidando direitinho delas ? _ Sim...sim! _ Então teve jantar é?? E como foi?? _ Nossa! Bem divertido!E você amor como está sem mim? _ Bem!!! Mas com saudades!!! _ Amor....tenho uma coisa pra te contar.... _ Diga! _ Tinha.... um cara me assediando no jantar ontem. _É mesmo ( eu com o coração disparado e completamente nervoso e sem graça) _ Sabe o que eu fiz....? _ O quê ? (eu com a voz nervosa e tremula) _Eu...eu.....pera um pouquinho, deixa eu tomar água....viu... eu... eu........dei pra ele!!! _ É mesmo!!! ( respondi surpreso, tentando manter a calma e dando corda a brincadeira mas, minha mulher parecia muito nervosa e gaguejava muito) _ É...! Dei pro cara que se sentou comigo! _É e como foi, lembre que me prometeu detalhes.( rs .continuei a dar corda pra brincadeira mas estava muito nervoso e com o pau arrebentando de duro) _ Assim....ah...ficamos bebendo até umas 11 horas e tomei muito vinho. Esse menino chegou...acho que ele tem uns vinte e poucos anos e sentou na nossa mesa.Todos se foram e ficamos só nós dois até que fechou o bar da pousada. Ai...ele se ofereceu pra me acompanhar até o meu quarto e quando chegamos na porta e fui me despedir, ele me tascou um beijo na boca e........e ai aconteceu!!!! _Mas o que aconteceu Paty??? (disse eu adorando a historinha) Lembre-se dos detalhes...quero os detalhes!!! _ Entramos nos beijando, e eu lembrava que você queria muito isso e fomos tirando a roupa meio rápido mesmo e.....quando dei por mim já estava pelada deitada na cama e o rapaz por cima de mim..me amassando(rs). _Continua...continua Patrícia! Quero saber tudo. _ Deus do céu...ahhh...ai peguei.....(sussurrando)...peguei no pau dele por cima da calça e tentei abrir o zíper....meu Deus...o que to te contando....(pausa) .....tirei o pau dele pra fora....e ele se levantou e acabou de tirar a roupa ....e se deitou sobre mim e .....você sabe? _Pior que não sei Paty.....e...? _...e? (insisti) _ Ele se deitou sobre mim e...me...me comeu!!!! _Nossssa!!!(respondi nervoso e suado) Dando mais corda ainda pra brincadeira que modesta a parte eu estava adorando, perguntei; _ E como ele era? Como transou com você ? _ Ahhh...não durou muito....como um colegial sabe...só preoucupado com ele! _E como ele era ??(insisti) _ Como assim ? ( minha mulher aparentava um estranho nervosismo mas, cego de tesão ainda não percebi) _ Alto...magro...bonitão...e o tamanho....do negocio dele..o pau ? (perguntei isso tão sem jeito que quase morri de vergonha.) _ Bem...alto .. uns1,80 mt...moreninho e fortinho....e interessa ...mesmo o resto? _Quero saber tudo!!! _Tá ...é.....é bem .....é bem grandinho o negocio dele! Esmoreci mas consegui forças pra continuar perguntando. _O negocio??? _Oh amor(pausa)...mas ta...o rapaz tem um pau bem grande e antes que pergunte, é maior que o teu sim mas...isso não interessa porque você é o melhor do mundo na cama. Achei que ela queria me matar de tesão e só por ser por telefone se aproveitava de mim. _ Então você foi comida!!!Meteram um cacetão grosso na minha esposa ai ai !!!! _Ultima pergunta amor.....você gostou?? _ Se disser que não, estarei mentindo! Uma mulher na minha idade, ter um garotinho musculoso no meio das pernas cravando um...(sussurrando) cacetão ....só se tivesse louca pra não gostar...(rindo muito). __E você deu a bunda pra ele ? _ Oh amor...que é isso...já te contei o que aconteceu...ele se deitou em cima de mim e me comeu por uns 20 minutos e depois se levantou e pois a roupa e se foi. Não consegui segura-lo....ele estava com medo...menino ainda...que cagada.!!!! De repente dei por mim e perguntei; _ O Patrícia...é brincadeira né....? _ .......(silêncio)............Claro que sim seu bobão!!!!! Que você ta pensando.? Só quis te divertir....faz horas que eu tava pensando em te dar um susto pra ver se você para com essas coisas...Vc é o único homem da minha vida...te amo(carinhosa) _Puta merda que susto mesmo...!!!! Depois de conversarmos mais um pouco, desligamos e fui direto pro banheiro. Que punheta!!!! Nossa !!!Ela me matou com a história! Mas algo me intrigava. A perfeição de tudo me chamou atenção e confesso, me sentia corno e morria de medo que pudesse ser realmente verdade. Não tive paz até que ela voltou da viagem. Depois de muito perguntar e seguidas vezes precisar de reconfirmação ela me disse que inventou e ensaiou, mas fiquei com a pulga atrás da orelha. Tanto que essas brincadeiras cessaram e esqueci um pouco a história com o passar dos meses. Lembrava apenas para me masturbar.Uns 4 meses depois, fui até o Ginásio de esportes da minha cidade acompanhar um jogo de Handebol. Dois garotos que estavam sentados na minha frente conversavam animadamente e comentavam sobra a professara de Educação Física, uma tal Ângela que era gostosa pra burro. Num dado momento um dos garotos comentou que um tal Mauri já havia comido ela. O Outro garoto não acreditou, dizendo que a professora Ângela jamais daria pro tal Mauri. O garoto então indagou que se não foi a professora Ângela que o Mauri comeu então foi outra porque ele comeu uma professora no Congresso. Um amigo dele que contou. Meu peito gelou e quase tive um enfarto. Quando os meninos falaram e congresso, um peso se abateu sobre mim. Fiquei pensando mil coisas e quando cheguei em casa, perguntei pra minha mulher quem era e se ela conhecia um Tal Mauri ? Patrícia ficou assustada e seu rosto mudou de cor várias vezes e ela ficou nervosa e preocupada. _ Porrrquee???? Aconteceu alguma coisa ??? _ Nossa amor, porque está tão nervosa!!! Só quero saber se conhece um Tal de Mauri? _ Sim. Ele é o filho da diretora de nossa escola e foi de motorista da Van pra nós no congresso. Porque??? (Patrícia aparentava um nervosismo desnecessário.) _Ah ta! Nada não. Saí da sala sem dizer nada mas muito certo de que havia alguma coisa errada. Os meninos que ouvi conversando aquele dia no ginásio não me conheciam mas, eu sabia quem eram eles e fui até a pista de skate que freqüentavam. Fiquei alguns minutos esperando até que de dentro do carro os abordei na calçada. Não sei de onde tirei a história mas inventei pra eles que era amigo do Mauri e que tinha uma aposta com ele, que tinha ouvido os dois conversarem no ginásio e que eu precisava descobrir se o Mauri realmente tinha comido a professora Ângela e ofereci 20 reais pra eles descobrirem pra mim e não contarem nada a ninguém. Eles não só engoliram minha história como toparam!!! Dei uns 5 dias de tempo pra eles. Em casa, tentei manter a relação normal mas a sensação de ser corno me incomodava. Então procurei os meninos novamente, bem a tardinha na pista de skate e esperei. Logo, vieram ao meu encontro contando o que descobriram; _ Olha senhor, acho que o senhor pode ficar tranqüilo porque ganhou a aposta do Mauri! A gente descobriu que não foi a professora Ângela que ele pegou porque a professora não viajou pro Congresso! _Putz...(respondi)...mas vocês não descobriram quem foi e..se ele “pegou” alguém lá ? _Não...mas não foi a professora Ângela!!! Quem podia saber melhor é o irmão do Marquinhos que é o melhor amigo do Mauri. Ele ficou de contar pra gente, mas não veio hoje....ei...olha ele vindo lá! _Ohh “neguinho”, vem aqui contar “pru home” aquele negocio que a gente pediu! Veio correndo em nossa direção, rapidamente um menino de uns 14 anos que pelo que me explicaram era irmão de um tal Marquinhos, melhor amigo do Mauri. O tal “neguinho disse; _Olha...logo depois dessa viagem o Mauri tava lá em casa conversando com o Marcos e não sei se entendi muito bem mas ele tava se vangloriando de ter “pego” uma professora lá. O Mauri é muito gabola mas, se ele diz que pega ...ah ele pega!! ! Ele tem fama com as meninas pois parece que tem um pau do tamanho desse skate aii..(rs dos meninos). Eles falam muito da Ângela mas ele pegou uma outra parece. _E você sabe quem é?? (perguntei ansioso.) _ Não tenho bem certeza mas pelo que entendi da conversa deles, ele deu uma “metida” na professora de artes...a professora Patrícia..aquela gostosona da manhã!!! Não preciso nem dizer que o meu peito gelou e fiquei desnorteado. Agradeci os meninos, paguei eles e fui embora. Já em casa, não podia nem olhar pra Patrícia e então abri o jogo. Contei tudo que soube pra ela que com muita calma negou tudo pra mim. Disse que eu não poderia acreditar em meninos de 14 anos que ouvem qualquer coisa e que eu deveria é sim acreditar nela ou 18 anos de casamento não pesavam? E me pediu pra encerrar o assunto de vez! Aceitei pra não prejudicar nosso casamento e ainda,....ainda vivo com essa dúvida. Tudo indica que realmente aconteceu mas .....mas fazer o qué né!!! Vou conviver com isso e com a dúvida. Vai que é coincidência ou...não!!? sera
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.